Voltar

Líderes empresariais devem repensar os seus colaboradores nesta Era Digital

As empresas que digitizam os seus recursos humanos tendem a conquistar um lugar de destaque no Digital Vortex.

0 Comentários

Novo estudo mostra que apenas 1 em 10 colaboradores são inteiramente capacitados na Era Digital

Ao negligenciar a transformação digital dos seus colaboradores, as organizações estão a falhar no que diz respeito a construir capacidades que mais tarde lhes serão necessárias para serem sucedidas nesta era de perturbação digital de acordo com um novo relatório, Workforce Transformation in the Digital Vortex, do Centro de Transformação de Negocio Digital (DBT Center), uma iniciativa da Cisco e da IMD. O relatório descreve os passos que uma organização pode dar para digitizar processos das pessoas associadas com o objetivo de construir uma força de trabalho ágil, inovadora e comprometida – fatores que irão possibilitar à organização criar valor para os seus clientes, parceiros e para os seus próprios colaboradores.

A Cisco estima que em 2020, 50 mil milhões de objetos estarão conectados à Internet e aptos para gerar grandes fluxos de dados. Neste ambiente, as organizações devem garantir, que em última análise, as pessoas estão capacitadas pelas novas formas de comunicação e dos insights que lhes são fornecidos.

De acordo com o relatório do Centro de DBT, Digital Vortex, quatro em cada dez executivos da indústria serão substituídos pela perturbação digital nos próximos cinco anos. Num esforço para combater as quebras digitais, inúmeras organizações mantêm o foco na transformação de negócio em processos de negócios e TI.

O Centro DBT estudou os modelos de negócio de mais de 75 startups e realizou entrevistas aprofundadas com inúmeros fundadores e/ou CEOs dessas empresas para compreender as suas propostas de valor e como eles acreditam que a digitização pode transformar os seus colaboradores. Foram realizadas ainda entrevistas com profissionais de recursos humanos e líderes operacionais de grandes empresas mundiais com o objetivo de perceber como é que estas organizações se estão a adaptar à transformação digital dos colaboradores. Para além disso, o Centro DBT, entrevistou ainda 941 executivos a nível mundial para verificar o estado atual das transformações digitais dos seus colaboradores.

Este estudo constatou ainda que, na área de recursos humanos, menos de 10% das empresas conseguiu alcançar um nível de excelência nas três capacidades fundamentais da agilidade digital dos negócios: hypeawareness, tomada de decisão informada, e resposta rápida. Como descrito no estudo estas são as três capacidades fundamentais que as organizações devem gerar nos seus colaboradores a fim de competir com sucesso no Digital Vortex.

 “Falamos todos os dias com organizações que estão a tentar compreender qual o papel que a tecnologia ocupa nas suas estratégias de negócio”, disse Kevin Bandy, Chief Digital Officer na Cisco. “Muitas das suas perguntas focam-se em como podem capacitar os seus colaboradores através da digitização para os ajudar a melhorar a tomada de decisão, acelerar a inovação e serem mais produtivos.”

No entanto, a pesquisa do Centro DBT adverte que as soluções tecnológicas por si não são a resposta para a transformação dos seus colaboradores. Estes esforços devem alinhar-se com mudanças de processos de negócios que ocorrem em organizações enquanto as mesmas reinventam os seus modelos operacionais para competir nesta era digital. Além disso, a transformação dos colaboradores requer um compromisso constante por parte das chefias. “ A transformação é mais do que a soma das soluções digitais”, explica Bandy. “A transformação digital está a reescrever as regras de negócio e irá necessitar de colaboradores que estejam devidamente dotados de equipamentos para trabalhar com a rapidez e agilidade que este nível de mudança vai exigir.”

O estudo nota que as empresas que digitizam os seus recursos humanos tendem a conquistar um lugar de destaque no Digital Vortex. No Digital Vortex, modelos de negócio, ofertas e cadeias de valor são digitizados na máxima extensão possível. Como geradores de perturbações inovadoras são dirigidas para o centro do Vortex, remodelando mercados e indústrias.

Aceda ao relatório complete aqui

Sobre o Centro de Transformação de Negócios Digitais

O Centro Global de Transformação de Negócios Digitais (DBT Center) é um local onde a inovação e a aprendizagem se juntam com o objetivo de criar modelos de negócios disruptivos adequados à era digital. O seu propósito é acelerar a transformação de negócios digitais em empresas de setores públicos e privados em todo o mundo.

Uma iniciativa conjunta da Cisco e da IMD, o Centro DBT é um centro global de pesquisa aplicada onde os executivos se envolvem para resolver problemas do mundo real criados a partir transições de grande mercado.

Sobre a IMD

A IMD é uma escola de negócios, bem classificada reconhecida como especialista em desenvolver líderes globais através do grande impacto da educação executiva. A escola está 100% focada no mundo real do desenvolvimento executivo; oferece excelência suíça com uma perspetiva global, com abordagem flexível, personalizada e eficaz.

http://www.imd.org

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *